O que ninguém te conta que acontecerá quando seu filho começar na escola

Se existem milhares de clichês sobre a maternidade, também há outras tantas coisas que ninguém te conta e que a gente só descobre na prática. Um exemplo? O clichê: seu filho ficará doente quando começar a ir para a escola. O que ninguém te contou: você também ficará doente!

o que não contam sobre escolaPode pesquisar por aí, mães, pais e outros membros da família de crianças pequenas que começaram a frequentar a escola costumam ficar doentes também. E a lógica é simples. Em primeiro lugar, temos por aí vírus e bactérias que sofrem mutações. Tem sempre novidade, vide vírus da gripe que muda todo o ano. Ou seja, nem sempre nosso sistema imunológico estará preparado para enfrentar as surpresinhas que virão da escola…

Em segundo lugar, mães e pais de crianças pequenas costumam descuidar um pouco da própria saúde. Pouco sono e comer qualquer coisa em função do cansaço são gatilhos para a doença.

Portanto, cuide da sua cria sem se esquecer de cuidar de você! Boa alimentação, preservar o sono sempre que possível e todos os outros cuidados para fortalecer o seu sistema imunológico são ainda mais importantes se você vive essa fase de início na escola. Até porque uma criança doente precisará mais do que nunca de você!

Ah! Aqui no blog, Polli compartilhou ótimas dicas no post Meu filho não fica doente. E quando não tiver jeito e o dodói chegar, a Vanessa fala sobre como lidar com essas circunstâncias no trabalho em Carreira x Filho Doente – Como lidar com esta situação?

Carreira x Filho Doente – Como lidar com esta situação?

CARREIRA X FILHO DOENTE- COMO LIDAR COM ESTA SITUAÇÃO

Imprevistos acontecem é claro, principalmente quando temos pequenos em casa! Lidar com nossos filhos doentes faz parte de nossa rotina de mães.

O que se torna complicado para nós é lidar com esta situação dentro do ambiente corporativo, pois a possibilidade de ausência nos traz a insegurança de que podemos perder nosso lugar na organização ou anular uma possibilidade de promoção ou desenvolvimento.

O fato é que seremos nós que sempre deveremos traçaremos o plano para esta situação, e temos algumas alternativas:

  • Apoio de alguém de confiança- Buscar apoio com algum familiar ou contratar alguém de confiança por alguns dias para olhar nossos pequenos é uma boa solução. Com esta solução conseguimos manter nossa rotina no trabalho e monitorar por telefone ou mensagem como estão as coisas em casa. Com este planejamento ficaremos seguras de que nossos pequenos estão sendo bem cuidados, pois estão com alguém de nossa confiança e manteremos as rotinas normalmente no trabalho;

 

  • Trabalho home office- Em algumas empresas atuar alguns dias em casa já é estabelecido, mas caso não seja o caso da organização onde atua um acordo com seu gestor será necessário. A situação deve ser explicada de maneira clara, mostrando que não existe a possibilidade de outra pessoa ficar cuidando de seu pequeno. A ideia não é deixar de trabalhar por alguns dias e sim transferir suas rotinas para a sua casa, fazendo relatórios, contatando clientes e respondendo e-mails diariamente. Este planejamento mostrará ao seu gestor sua dedicação mesmo em situações difíceis para você.

 

  • Solicitar adiantamento de dias de férias- Dependendo do que seu pequeno tiver, da gravidade, a saída é entrar em um acordo com o gestor para solicitar adiantamento dos seus dias de férias. O que está ocorrendo deverá ser explicado em detalhes, para que seja justificada sua decisão por esta opção, assim, você conseguirá dar dedicação total aos cuidados com seu pequeno com tranquilidade.

CARREIRA X FILHO DOENTE- COMO LIDAR COM ESTA SITUAÇÃO 2

Independente da estratégia definida por você, o importante é ser bem transparente com seu gestor, pois mesmo deixando alguém de confiança responsável pelos cuidados com o seu filho, poderão existir alguns momento onde você precisará se deslocar para leva-lo ao médico ou ao pronto-atendimento.

Como sempre sinalizei, ser transparente com seu gestor e sempre mostrar sua dedicação e preocupação com suas rotinas na organização é uma boa opção para manter as rotinas com sua família e a sua carreira em equilíbrio perfeito!

Tudo que falei parece ser muito obvio, porém quando estamos com nossos pequenos doentes não conseguimos planejar, nossa mente se volta 100% a eles, por isso vale a pena sempre lembrar dos passos a serem adotados!

 

 

 

Atenção plena (mindfulness) para pais e filhos

mindfulness.jpeg

Mindfulness é um termo atual, da moda. Mas o conceito é antiquíssimo: atenção plena, estar 100% presente no momento. A novidade é que a ciência começa a entender o efeito da atenção plena e como ela pode melhorar sua saúde, seus relacionamentos, seu desempenho no trabalho e como mãe / pai.

Um estudo da Universidade da Califórnia (UCLA) mostra que filhos de pais e mães que praticaram mindfulness por um ano também eram impactados significativamente. As crianças se davam melhor com seus irmãos, eram menos agressivas e tinham habilidades sociais melhores.

Já ao ensinar práticas de mindfulness para as crianças as ajuda a serem mais felizes, resilientes ao stress e terem melhor capacidade de manter atenção.

Kristen Race, PhD no tema, explica em uma palestra feita para o TED Talk algumas técnicas que, apesar de simples, prometem impacto profundo na vida tanto de pais quanto dos filhos. Vale a pena testar!

  • Respire atentamente: dedique entre 5 e 20 minutos de seu dia a respirar com atenção voltada à respiração em si. Quando vier algum pensamento à mente, simplesmente tente voltar a atenção para a respiração. Use a técnica com as crianças: nos momentos de agitação, abrace a criança e respire profundamente três vezes junto com ela.
  • Ouça atentamente: o objetivo aqui é praticar a atenção e o foco no que realmente importa (ao invés de se perder no meio dos milhares de estímulos que recebemos o tempo todo). Em um passeio com seus filhos, fiquem em silêncio por um minuto prestando atenção aos sons mais distantes, depois pergunte às crianças o que elas ouviram. Essa prática estimula que a atenção se volte ao momento presente.
  • Seja grato: para sobreviver aos perigos da natureza, nosso cérebro é de 3 a 5 vezes mais atento a informações negativas que às positivas. Estar atento ao lado bom da vida é um exercício que deve ser feito de forma consciente, até que se torne natural. Ser grato é uma excelente forma de exercitar a positividade. Pessoas gratas são mais saudáveis, motivadas e felizes. Crianças e adolescentes gratos têm melhor desempenho escolar, melhor integração social e são menos propensos à depressão. Kristen sugere que ao encontrar seus filhos após a escola, ao invés de perguntar “como foi seu dia?”, pergunte “quem foi um bom amigo para você hoje?” ou qualquer outra pergunta que incentive a criança a pensar em coisas ou pessoas que a fazem se sentir bem.

Respire, ouça, seja grato: não há contra-indicações!

mindfulness-para-pais-e-filhos

Perdi meu plano de saúde. E agora?

O post de hoje é para falar de um assunto delicado. Desde 2015, muita gente que perdeu  o emprego formal, aquele de carteira assinada, perdeu também o plano de saúde da família inteira. Aí, o que se vê é a rede pública, que já não ia muito bem das pernas, ainda mais lotada.

Uma das premissas da medicina em qualquer lugar do mundo é a prevenção. Não é a toa que muitos planos de saúde nos Estados Unidos dão descontos aos “clientes” que fazem exercícios físicos regularmente e que estão sempre em dia com exames clínicos periódicos. Imagino que logo, logo essa moda também possa pegar por aqui. Mas e as crianças? Como podemos cuidar para que elas adoeçam pouco! Obviamente, de vez em quando um resfriado ou uma febre vai aparecer, faz parte do desenvolvimento infantil, mas de que maneira podemos contribuir para que nossos filhos sejam saudáveis?

  • Cuidando muito da alimentação, pode parecer bobeira, mas uma alimentação equilibrada é a melhor prevenção para qualquer doença em qualquer idade. Lembra a regrinha do prato colorido, com pelo menos 5 cores. É o arroz e feijão, combinado de uma proteína, legumes e verduras. Nem preciso dizer do vilão que o açúcar é na dieta infantil, né? Desconfie SEMPRE e seja consciente sobre tudo que venha dentro de pacotes coloridos.

fruits-market-colors

  • Cuidando do sono. A criança precisa dormir bem para se manter saudável. Aqui no blog já postamos sobre a quantidade de horas de sono, de acordo com cada idade.
  • Mantendo as extremidades do corpo sempre aquecidas. São detalhes que parecem coisa de vó, mas que podem fazer a diferença. É um pezinho descalço no piso frio, a meia úmida de suor dentro do tênis, a roupa íntima úmida no processo do desfralde.

Não sou médica, longe disso, mas em 2016 conheci e estudei um pouco da Antroposofia, e suas ramificações na Medicina Antroposófica e a pedagogia Waldorf. Independentemente de crenças e valores, sem radicalismos, vi muita lucidez na Antroposofia e acho que informação boa tem que ser compartilhada.

Se nenhum daqueles 3 itens ali em cima foram suficientes, o posto de saúde ainda não resolveu e você precisa de atenção médica ou exames, as clínicas médicas com preços populares estão se disseminando país afora. Vale lembrar que muitas dessas clínicas não atendem emergências. Algumas para sua lista:

Associação Médica do Paraná – Sinam

Acesso Saúde

Clip

Clifame

Dr. Consulta  

Dr. Agora

Minuto Med   

*Clínicas populares encontradas em São Paulo e Curitiba. O site da ANS também é um lugar para encontrar seus direitos e deveres quando o assunto é plano de saúde.

 

Preventivo nos Estados Unidos: tecnologia de ponta e olho clínico

Provavelmente, a maternidade deve ter ocupado todos os espaços da sua vida, até aqueles que você nem sabia que tinha. Momento em que priorizamos outras coisas e a NOSSA saúde acaba ficando para depois. No primeiro ano de América morri de medo do gineco e acabei fazendo todos os exames anuais no médico brasuca que já estava acostumada! Depois, caí na real e vi que precisava ter a quem recorrer em emergências e que ir ao Brasil para fazer preventivo (já pagando um absurdo de seguro saúde pela empresa) não rolava.

Você deve estar pensando, nossa nos Estados Unidos deve ser tudo super moderno, certinho, pontual, processos menos invasivos para Papa Nicolau, resultados na hora….

Ledo engano! Tá aí um procedimento médico que ainda não se modernizou nem no Brasil, nem nos EUA e, creio eu, em lugar nenhum. Ah, e aqui também tem aquele atraso básico que vai de 30 minutos a uma hora, para qualquer especialidade.

Conto aqui, em detalhes, como funciona:

  1. Chega, entrega a carteira do plano, assina muitos papéis (muitos mesmo) dizendo que se algo acontecer o “doctor” não tem nada a ver com isso, problema teu!
  2. Preenche uma lista de doenças que você, mãe, pai, vô, vó já teve ou não!
  3. A enfermeira começa o atendimento pela balança e fita métrica e pergunta tudo que você acabou de assinalar na lista de doenças.

exames-preventivos-outubro-rosa-2

  1. A enfermeira pede para tirar toda a roupa e colocar o avental para esperar o médico (avental esse totalmente descartável, coisa rara de se ver em consultórios no Brasil. Peça sempre o seu!)
  1. Se tiver sorte fica lá, só de avental descartável, e espera mais um pouco… Chega o médico, dá uma olhada na sua ficha, pergunta tudo que você já escreveu e falou para enfermeira, apalpa as mamas, coleta o material do Papa Nicolau… conversa sobre o tempo, Trump e ponto, acabou. Bem objetivo.

O que muda: o idioma (pensa fazer tudo isso em inglês!) talvez o protocolo de atendimento um pouco mais rígido e os resultados dos exames que vão direto para o médico e, caso, venha algo negativo eles te ligam para a reconsulta. Se tudo estiver legal você vê o médico no ano seguinte. A realidade é que ainda não inventaram uma maneira menos invasiva para que nós, mulheres, façamos todos esses exames apenas por telepatia ou pelo exame de sangue.

Se você tem mais de 25 e menos de 65 risca logo essa tarefa da lista de coisas a fazer em 2016 e marca uma consulta para fazer seu check-up. Preventivo é chato, incomoda, mas é super necessário!

exames-preventivos-outubro-rosa-1

 

Outubro rosa inspirou esse texto!