McFarland – O filme

Sugestão de filminho Disney com Kevin Costner para as férias! Não é animação, mas uma história de superação.

Há alguns dias refletindo com uma amiga sobre o por que de os Estados Unidos serem tão bons no que se propõe a fazer, chegamos a uma conclusão que está bem representada nesse filme. Desde cedo eles são incentivados e estimulados a ganhar dinheiro e FOCAR naquilo em que são bons, no que têm mais habilidade e talento.

O filme é o nome de uma das cidades mais pobres da Califórnia, McFarland e que têm cerca de 13 mil habitantes. A maioria deles mexicanos e descendentes que trabalham como lavradores. Até que um dia a escola contrata um professor de educação física que transforma a vida de alguns meninos pelo esporte. Ele encontra corredores em potencial e os faz competir. Não dá para contar o final do filme, mas em ano de Olimpíadas no Brasil ele faz refletir.

Divirta-se.

Elas não sabem cozinhar

Nem eu, mas dou meus pulos. E no final do ano, que já foi embora, precisei encarnar a CHEF! Na verdade essa é uma das funções diárias, mas para o arroz e feijão, em eventos nobres e de grande porte preferia que as mais experientes tomassem as rédeas. Bem, a diversão já começou no supermercado, dia 23 de dezembro! Já havia feito minha lição de casa e por causa do anjo Google sabia o tipo de carne que queria, quantas libras, pouca gordura, etc…

Mercado cheio, como nunca vi antes na história desse país. Lá estou na fila do açougue aguardando minha vez e uma senhorinha, toda arrumadinha de salto e maquiagem, pede uns filés. O moço pergunta: – A senhora quer “prime” ou natural?

Ela responde: – Ah, tanto faz. Qualquer um tá bom. Qual você acha melhor?

Não fiquei para o final da história porque chegou minha vez de ser atendida, mas pelo diálogo que escutei e pela expressão facial da senhora, o Natal e o Dia de Ação de Graças, devem ser os únicos momentos do ano em que ela vai para cozinha. Minha percepção de pouco mais de quatro anos de América diz que essa é a realidade da maioria por aqui, cozinhar do zero como, naturalmente, fazemos no Brasil é coisa rara. E quando acontece são os homens que lideram a cozinha no dia a dia da família. Não é a toa que estou no país do fast food. Mal sabem elas a delícia que é sentir o cheiro do alho e da cebola dourando na panela!

Elas não sabem cozinhar

Engraçado como herdamos certas atividades familiares, mesmo sem querer, até pouco tempo atrás eram as mulheres experientes da minha família que ficavam na liderança do cardápio de festas de final de ano. Desta vez foi meu debut, minha contribuição para o cardápio natalino foi Costela! Além de consultar o Google, aprendi que cozinheiras meia-tijela como eu, antes de colocar na panela qualquer refeição, precisam também fazer uma oração. Dica de uma amiga, esposa de pastor, tem que pedir à Deus para ficar bom.

Se você se inspirar e também quiser fazer a minha primeira receita de Natal, o passo a passo em inglês está aqui:

http://www.foodnetwork.com/recipes/paula-deen/foolproof-standing-rib-roast-recipe3.html

A próposito, a Costela até que ficou boa, mas a concorrência com outros pratos natalinos deliciosos foi forte! Apesar das 24h marinando no tempero ficou um pouco sem sal, mas isso foi fácil de resolver.

 

Imagem: Cesar Kodama

Vai benzê esse menino

Quem nunca escutou sermão de mãe, sogra, tia, vizinha dizendo para ir benzer o filho? Eu já, e mesmo sem saber dos reais efeitos, acabei sendo vencida pelo cansaço, e levei! Na minha santa ignorância o benzimento servia somente para aqueles com sérios problemas, e, graças à Deus, eles nunca chegaram por aqui.  O fato é que quebrante, mal olhado, doença, susto, choro em demazia podem todos ser amenizados ou curados com o benzimento.

Não entendo muito dos ritos, mas conheci duas formas de benzimento. Na primeira, a senhora fez um trabalho com cera. Geralmente, a imagem que sair do derretimento da cera enquanto se reza é o “diagnóstico”. O nosso caso foi a imagem de um cachorro (que eu juro, não consegui enxergar). Acho que bebê assustado com latido de cachorro deve ser um diagnóstico bastante comum nesse tipo de benzimento. A segunda foi bem mais light, uma outra senhorinha católica do interior do Paraná, fez o sinal da cruz e rezou. Apenas seguiu um rito de palavras bonitas e confortantes com o sinal da cruz no final.

Vai benzê esse menino

Imagem: Carmen Zuniga

As benzedeiras são, geralmente, senhoras católicas, simples, humildes e que não aceitam dinheiro para benzer. Elas conhecem um mundo paralelo de ervas, chás, simpatias, rezas, massagem e fé e são capazes de aliviar um mal ou sofrimento. Coincidência ou reza mesmo, o fato é que nas duas vezes que fui de encontro a essas mulheres na noite seguinte tive um bebê tranquilo, calmo aproveitando o sono dos justos. Elas têm um coração de gigante e mal não fizeram. Acredito que energias positivas transformam o ambiente e, na verdade, acho que foi isso que aconteceu.

Então, se o seu 2016 pode começar cheio de fé e energia positiva por meio de passe espírita, benzedeira ou curandeira vá em frente! Elas são peças cada vez mais raras na nossa sociedade, mas sempre tem alguém que conhece uma.

Afinal, quando todos nós pensamos positivo, queremos e fazemos o bem o mundo conspira.

Feliz 2016.

Boas Festas

Este ano conheci esta música que tocou lá no fundo do coração!

Independentemente da sua crença, por favor, pare por três minutos para ouvir esse lindeza e agradecer. Compartilho com vocês leitores com desejos sinceros de felicidade, alegria e saúde.

Maria, Você Sabia?

Que o seu menininho um dia andaria sobre as águas?

Maria, você sabia

Que seu menininho salvaria nossos filhos e filhas?

Sabia

Que seu menininho veio te renovar?

O filho a quem você deu a luz

Logo dará luz a você!

Maria, você sabia

Que seu menininho daria visão a um cego?

Maria, você sabia

Que seu menininho acalmaria tempestades com um aceno?

Sabia

Que seu menininho andaria por onde passaram os anjos?

Ao beijar seu bebezinho

Você beija a face de Deus!

Oh, Maria, você sabia?

Maria você sabia?

O cego verá

O surdo escutará

O morto viverá de novo

O coxo saltará

O mudo entoará

Os louvores do Cordeiro!

Maria, você sabia

Que seu menininho é Senhor de toda a criação?

Maria, você sabia

Que seu menininho um dia governaria as nações?

Sabia

Que seu menininho é o cordeiro perfeito dos céus?

A criança adormecida que você segura

É o grande “Eu-Sou”

 

Tradução por Vagalume.com.br

Comprando muito com poucos dólares – Depois do Black Friday

Se você está viajando para os Estados Unidos com verdinhas contadas essas dicas podem te ajudar. Antes de ir para qualquer outlet sugiro planejar e fazer a lista do que realmente quer e dar uma pesquisada em sites americanos sobre o valor, comparando-os com o do Brasil. Pode ser que aquele telefone ou tênis bacanudo não compense suas verdinhas. Existem fornecedores no Brasil que ainda têm estoques para vender com valores de câmbio antigo e um pouco mais atrativo.

Compras 1

Imagem: Rafael Castillo

Quando recebo visitas sugiro, SEMPRE, (nessa ordem de lojas) começar pela Ross stores.com

É um pouco trabalhoso porque tem o fator sorte, de você encontrar uma loja organizada e recheada de produtos, e o fator paciência: ter que buscar de arara em arara o que é do seu gosto. Se der sorte vai encontrar marcas excelentes de roupa, calçado e itens de casa, decoração, cama, mesa, banho e malas para colocar tudo isso, pelos melhores preços. O problema aqui é que nem sempre você encontra toda a numeração de modelos de roupas e calçados. É o que tiver exposto e ponto.

Regra que também vale para a segunda loja da minha lista: a Burlington coatfactory.com. Muitas têm a seção Baby Depot, com opções para fazer um enxoval de bebê completo, e brinquedos excelentes por $5 verdinhas. Burlington é mega loja, reserve pelo menos umas 3 horas para poder olhar com calma tudo que tem lá dentro.

Burlington

Imagem: Mike Mozart

Marshalls, Home Goods e TJ Maxx pertencem ao mesmo grupo. Produtos excelentes por preços camaradas. Se depois de visitar essas lojas você ainda não encontrou todos os itens da lista, vá para o outlet mais próximo com cupons em mãos. Se você se cadastrar no site do Premium, por exemplo, recebe um livrinho de descontos. O problema desse livrinho é que grande parte dos descontos precisam atingir um valor mínimo de compra, nem sempre precisa-se gastar $75 na Gap ou Levis para ter 20% de desconto. Outra opção, às vezes muito melhor, é dar um Google com o nome da loja que você gosta/quer e a palavra cupom. Dá para encontrar descontos sem valor mínimo de compra.

E para conhecer as lojas estilo $1.99 dos Estados Unidos procure: Dollar Tree, 99C, Dollar General e Family Dollar.

Boa sorte e boas compras!