Comida de Halloween: Receitas para o dia das Bruxas

Parece que essa história de muitas escolas optarem pelo ensino bilíngue o tal do Halloween dos americanos entrou mesmo para o calendário de festas no Brasil. Depois de passar por alguns dias das bruxas relaciono a data a algo semelhante a nossa “zoeira” de carnaval. Já sei de condomínios e grupos de mães se organizando no whatsApp para deixar sinais na porta para que as crianças saibam que serão bem-vindas por ali na hora do Gostosuras ou Travessuras. E não vale desovar os doces ruins que estão fazendo aniversário na despensa. O Pequeno Gourmet, um site com dicas para alimentação infantil saudável, enviou sugestões bacanas para que essa criançada não tenha “overdose” de açúcar no sangue no próximo dia 31 de Outubro. Que esse dia seja fit por aí também!

Olha só esse FrankiWi decorado com cenoura e os olhos do frankenstein de uvas passa.

Receita FranKiwi

Ingredientes: 3 kiwis – de preferência dois verdes e um amarelo; Uva passas; Cenouras

Modo de preparo: Cortar a casca do kiwis com cuidado para manter parte como cabelo. Cortar as pontinhas da uva-passa e fazer um buraquinho para acomodar os olhos e depois usar a cenoura para fazer a boca e os parafusos que ficam nas orelhas…

3) Travessa de frutas da bruxa 

pasted image 0

Ingredientes: 20 Mini mexericas; Mirtilos e Amoras à gosto; Talo do Salsão

Modo de preparo: Descasque as mexericas tomando cuidado para não soltar os gominhos. Em seguida, corte o talo do salsão em pequenos pedaços. Para decorar, encaixe-o com cuidado dentro da mexerica e as disponha em uma travessa. Para finalizar a mesa das bruxas, complete a decoração com os mirtilos e amoras!

Meus amigos já estão a todo vapor nas comemorações por lá. Agora, eu acompanho só pelas redes sociais e já teve festa com um esqueleto boiando dentro de suco;

22310358_1533235576713380_2978566431388923630_n

E uma cesta de pão de queijo que foi invadida por aranhas.ECA!!!

22489831_1533235660046705_5815036720180157081_n

Imagens: Renata Seleme

A Débora também já coletou várias ideias bacanas nesse post https://maternidadehoje.com/2015/10/28/20-gostusuras-para-o-dia-das-bruxas/

 

Mães empreendedoras: Apareçam

DICA amiga… se você tem aquela vontade de virar a chave e empreender não fique sozinha. Tem muita iniciativa bacana acontecendo por aí que estimula, financia e premia o empreendedorismo feminino. São escolas de negócios de universidades, co-workings, o já conhecido SEBRAE, grupos de investidores anjos e aceleradoras de negócios entre muitos outros.

Se você estiver em São Paulo o evento Descomplica Mãe!  no dia 21 de Outubro, pode ajudar.  Alessandra Haybittle e Dani Junco, idealizadora da B2Mamy – primeira e única aceleradora com foco no empreendedorismo materno, vão compartilhar dicas para mães que querem empreender, além de contar sobre a própria experiência no universo da maternidade e dos negócios.

pexels-photo-356043

Rosely  Sayão e Mariana Ferrão são alguns dos outros nomes de peso na primeira edição do evento que nasceu com o propósito de descomplicar o diálogo na profissão mais nobre do mundo: ser mãe. E com isso permitir a troca de conhecimento e práticas nos pilares mais discutidos nas redes sociais: Cuidar, Inovar, Educar e Nutrir.

Serviço
Descomplica Mãe
21 de outubro de 2017, das 8h às 18h
Local: Espaço Hakka
Rua São Joaquim, 460 Liberdade – próximo ao metrô São Joaquim
www.descomplicamae.com.br

Investimento: R$197,00

 

Brinquedos: reduzir, reutilizar e reciclar

Pergunte por aí: com exceção das famílias muito carentes, quase toda mãe/pai vai dizer seu filho tem brinquedos demais. É uma realidade de nossos tempos: crianças com uma quantidade enorme de brinquedos. O lado bom disso é que cada vez mais crianças têm acesso a brinquedos. Mas haja planeta e espaço em casa para tudo isso!

Menos brinquedos mais brincadeiras

E aí vale lembrar os famosos 3 Rs da sustentabilidade: reduzir, reutilizar e reciclar.

Já falamos por aqui sobre reduzir, em Menos Brinquedos, Mais Brincadeiras e reutilizar em Brinquedo de papelão  e 8 brincadeiras super divertidas para o fim de semana com chuva. E vale lembrar: é fundamental educar as crianças para que elas entendam que o consumo excessivo tem implicações econômicas e para o meio ambiente. Nós, adultos, temos a responsabilidade de ensinar e dar exemplo. É importante “educar” também avós, tios, padrinhos e companhia para que entendam o lado B de agradar a criança com mais um brinquedinho.

E quando for hora de realmente descartar um brinquedo que já não serve para a sua ou para outras crianças, tenha atenção especial ao descarte de pilhas e baterias. No Brasil, os sites made in forest e e-lixo.org são boas fontes para saber onde descartar esses materiais corretamente.

Colaborar com a preservação do planeta e do futuro de nossas crianças é um grande legado. Vamos pensar nisso antes de comprar o próximo brinquedo.

 

 

 

 

 

 

Chá de fraldas diy do Davi Lucca

Nossos posts sobre Chá de Fraldas são hits aqui no blog. E a gente adora quando alguém conta que usou em sua festa uma ideia daqui. Foi o caso do chá do bebê Davi Lucca, organizado pela sua prima Thaiane Picoli Tomazelli, estudante de Direito de 19 anos, que vive em Barão de Cotegipe, uma pequena cidade do Rio Grande do Sul. Tudo foi feito no melhor estilo diy/faça você mesmo, com inspirações que a gente já compartilhou por aqui. A mamãe Elisângela também participou dos preparativos.

Para as brincadeiras, baby bingo e adivinhar o tamanho da barriga:

Chá de fraldas Davi Lucca - bingo

Decoração inspirada aqui no blog, com bolo de fraldas castelo:

Inspire-se também:

10 passos para organizar seu chá de bebê ou chá de fraldas

15 ideias incríveis para inovar no bolo de fraldas

Chá de bebê – De Livros

Chá de bebê tema Princesa

Brincadeiras para chá de fraldas

Nosso perfil no Pinterest também está recheado de inspirações!

Brinquedos e estereótipos

Já falamos por aqui sobre a polêmica em torno da definição de brinquedos de meninos e brinquedos de meninas. Recentemente, a BBC fez uma reportagem/experimento muito interessante: dois bebês, um menino e uma menina, tiveram suas roupas trocadas entre si, ou seja, o bebê ficou vestido como menina e a bebê usava roupas de menino.

Um grupo de adultos voluntários passava alguns minutos brincando com cada um dos bebês, sem saber da troca. Em todos os casos, eles ofereciam apenas bonecas e pelúcias para o bebê vestido de menina. Já para a bebê vestida como menino, foram oferecidos brinquedos de estímulo motor. O interessante é que o menino aceitou bem as bonecas e pelúcias e a menina também gostou dos carrinhos e brinquedos de montar oferecidos a ela.

Ou seja, nós adultos induzimos as crianças a brincar com determinado tipo de brinquedo com base no gênero, tirando das crianças a oportunidade de desenvolver determinadas habilidades durante a brincadeira.

Naturalmente, chega o momento em que as crianças começam a expressar suas preferências, mas não é preciso apressar nada, porque isso pode prejudicar o desenvolvimento de habilidades importantes, como, por exemplo, o desenvolvimento motor e inteligência espacial das meninas. Por isso, vale prestar atenção nesse ponto, para que nossas crianças possam brincar livremente e se desenvolver ao máximo!

Para assistir à reportagem, clique na imagem abaixo:

BBC- brinquedos e esteriotipos