Quarto infantil dos sonhos

O design escandinavo é sucesso na decoração desde os anos 1950. Dinamarca, Suécia, Noruega e Finlândia são famosos por produzir peças e trabalhos de decoração com desenho limpo, simples e muito elegante. Que também se aplica (muito bem!) à decoração dos dormitórios infantis.

O quarto abaixo foi decorado pela sueca Elin, 34 anos. Ela é mãe de duas meninas, Alva, 5 e Elsa, 2, é estudante de design de interiores e responsável pelo elinastudio.se onde produz gravuras infantis.

Conversei com Elin, que contou que busca suas referências no Instagram, “há tantas contas inspiradoras de todo o mundo!” (para segui-la, busque por elinochalva). Sua casa, como muitas das residências que seguem o design escandinavo, tem poucas cores. Por isso, no quarto das crianças, Elin aproveitou para mudar e optou por vários tons pastel, rosa e ouro, além de estampas. Grande parte das peças, como as almofadas, móbiles e bandeirinhas, foram produzidos pela própria Elin. Note também que o cantinho de brincadeiras tem inspiração de quarto montessoriano, com colchão, brinquedos e prateleiras baixinhos, ao alcance das crianças.

Inspiração em 3, 2, 1!

Clique para ver as imagens em tamanho grande.


 

Elin

Elin é mãe da Alva, 5 e Elsa, 2, é apaixonada por decoração e diy.

 

 

 

 

 

Elas não sabem cozinhar

Nem eu, mas dou meus pulos. E no final do ano, que já foi embora, precisei encarnar a CHEF! Na verdade essa é uma das funções diárias, mas para o arroz e feijão, em eventos nobres e de grande porte preferia que as mais experientes tomassem as rédeas. Bem, a diversão já começou no supermercado, dia 23 de dezembro! Já havia feito minha lição de casa e por causa do anjo Google sabia o tipo de carne que queria, quantas libras, pouca gordura, etc…

Mercado cheio, como nunca vi antes na história desse país. Lá estou na fila do açougue aguardando minha vez e uma senhorinha, toda arrumadinha de salto e maquiagem, pede uns filés. O moço pergunta: – A senhora quer “prime” ou natural?

Ela responde: – Ah, tanto faz. Qualquer um tá bom. Qual você acha melhor?

Não fiquei para o final da história porque chegou minha vez de ser atendida, mas pelo diálogo que escutei e pela expressão facial da senhora, o Natal e o Dia de Ação de Graças, devem ser os únicos momentos do ano em que ela vai para cozinha. Minha percepção de pouco mais de quatro anos de América diz que essa é a realidade da maioria por aqui, cozinhar do zero como, naturalmente, fazemos no Brasil é coisa rara. E quando acontece são os homens que lideram a cozinha no dia a dia da família. Não é a toa que estou no país do fast food. Mal sabem elas a delícia que é sentir o cheiro do alho e da cebola dourando na panela!

Elas não sabem cozinhar

Engraçado como herdamos certas atividades familiares, mesmo sem querer, até pouco tempo atrás eram as mulheres experientes da minha família que ficavam na liderança do cardápio de festas de final de ano. Desta vez foi meu debut, minha contribuição para o cardápio natalino foi Costela! Além de consultar o Google, aprendi que cozinheiras meia-tijela como eu, antes de colocar na panela qualquer refeição, precisam também fazer uma oração. Dica de uma amiga, esposa de pastor, tem que pedir à Deus para ficar bom.

Se você se inspirar e também quiser fazer a minha primeira receita de Natal, o passo a passo em inglês está aqui:

http://www.foodnetwork.com/recipes/paula-deen/foolproof-standing-rib-roast-recipe3.html

A próposito, a Costela até que ficou boa, mas a concorrência com outros pratos natalinos deliciosos foi forte! Apesar das 24h marinando no tempero ficou um pouco sem sal, mas isso foi fácil de resolver.

 

Imagem: Cesar Kodama

A árvore de Natal perfeita (e que as crianças vão amar!)

Quem comemora o Natal e tem crianças em casa sabe que nessa época já começa uma enorme expectativa dos pequenos para ver a casa toda enfeitada, colorida e cheia de luzinhas piscando. E quem não ama essa transformação da casa para o Natal?

A árvore é sempre a estrela da decoração. Mas para ter uma árvore bonita e super bem enfeitada (sem gastar fortunas) é preciso se planejar um pouco antes de sair comprando enfeites aleatoriamente. Algumas dicas para que sua decoração de Natal seja um sucesso:

  • A escolha da árvore é o ponto de partida: prefira árvores cheias, com o máximo possível de galhos. Uma árvore densa valoriza sua decoração. Se a sua não tiver muitos galhos, complete os espaços vazios com festões.
  • Comece a decoração de sua árvore pelas luzes, assim os fios não ficarão aparentes. Prefira as luzes de led, que não esquentam e são mais econômicas.
  • Não exagere na quantidade de cores da decoração: escolha alguns tons e atenha-se à eles. Assim sua árvore ficará muito mais elegante.
  • Ideia econômica e que as crianças vão amar: use brinquedos na decoração! Veja que lindas essas árvores decoradas com bonecos do filme Frozen ou com pelúcias da Disney.
  • Coloque primeiro os enfeites maiores e preencha os espaços vazios com os menores. Laços também são opções que preenchem e valorizam sua árvore.
  • Não se esqueça de colocar uma saia na base da árvore para dar acabamento. O trenzinho das crianças também pode ser usado para dar charme extra para a decoração.

Arvore de Natal com trem

  • Tem bebê em casa e morre de medo que a decoração de Natal vire um desastre? Você pode trocar os enfeites tradicionais por versões em tecido ou mesmo fazer toda a árvore com feltro.

 

Imagens: 1- Style State, 2- Instagram-We Share Ideas, 3- Pretty My Party, 4- Fantasias Miguel,  5- Rickety, 6- Desde My Ventana, 7- Cherie Bobbins


Se alguma imagem utilizada neste blog for de sua autoria, por favor entre em contato e envie seus dados que incluímos os créditos. Nós respeitamos as regras de direitos autorais.

If You see a picture with no name here and You are the author, please contact us and send the info for proper credits. We respect the copyrights.

MasterChef Júnior ou o dia em que o raio gourmetizador atingiu nossas crianças

Lá se foram os primeiros episódios de MasterChef Júnior Brasil. No primeiro programa, as crianças cozinharam pratos como french rack de javali e biscoito de caramelo toffee com pó de macadâmia, purê e picles de maçã verde. Oi??? Desculpe, mas que coisa estranha! Tudo bem, a criançada que está lá é prodígio mesmo, talentosíssima, mas é gourmetizar demais, gente! Isso não combina com criança, não combina com paladar de criança! Conclusão número 1: MasterChef Júnior é um programa para adultos.

Masterchef Junior Brasil

Imagem: MasterChef Junior Brasil – Band

Sou defensora ferrenha de que todos devem saber cozinhar. Se virar na cozinha é uma questão de sobrevivência. Qualquer um que não seja uma criancinha pequena, inválido ou que tenha alguma limitação séria deveria ter algumas habilidades básicas para se virar sozinho: cozinhar é uma delas. Esperar ser servido por alguém 100% do tempo não parece muito razoável. Viver de restaurante e processados também não. Por isso, como mãe, já comecei a ensinar algumas dessas habilidades básicas de cozinha para meus filhos, chamando eles para participar quando vou preparar alguma coisa simples. E olha que eles só têm 3 e 1 ano. Sinceramente, acho isso fundamental.

Outra coisa: ao participar da elaboração dos alimentos, as crianças realmente se animam a experimentar sabores novos. Mas sem piração, por favor! Comida boa para criança fazer e comer deve ser simples, o mais saudável possível e com toque lúdico. Eu, com a idade das crianças do MasterChef Júnior, também adorava cozinhar. Minha receita favorita não era french rack de javali, mas sim rocambole de doce de leite, melado, bem paladar infantil mesmo.

Para as mães e pais, minha dica é: leve sua criança para a cozinha. Procure receitas simples, decore os pratos com carinhas, compre cortadores de biscoitos para deixar os alimentos com formatos divertidos. Desenvolva o gosto pela cozinha em seus filhos, sem cobranças, sem gourmetização, mas com carinho, afeto e cara de criança!

Comida de criança

Imagem: Parenting

Quer se inspirar? Dá uma olhada no nosso painel Receitas para crianças no Pinterest ou Revista Crescer, Disney Babble e Tem Criança na Cozinha – Gloob.

Receitas kids: bolo integral de maçã

Receita boa é assim: gostosa, prática e saudável. Esse bolo reúne tudo isso! É uma delícia e tem muita coisa boa, como fibras da farinha integral e das frutas, vitaminas da maçã, minerais da castanha, proteínas do ovo e troca o açúcar refinado pelo mascavo, muito mais saudável. Também é fácil, fácil de preparar.

Essa receita dá um bolo pequeno. Você pode assar em uma forma de buraco (cerca de 20 cm de diâmetro) ou assar em forminhas pequenas de cupcake. É uma ótima opção para o lanche da tarde ou para levar para a escola.

receitas kids, maternidade hoje, bolo de maçã, bolo de maçã com castanha

Dá para ver que fez sucesso! 🙂

Se você fizer a receita, conte aqui nos comentários como ficou! Ou mande a foto para gente pelo InstagramFacebook ou Pinterest. Vamos adorar!