Mercado de trabalho,voltei!

 MERCADO DE TRABALHO VOLTEI

Muitas mulheres ao se tornarem mães optam a se dedicar apenas a maternidade, pelos dias estressantes de trabalho sem rotina e sem previsão de término, porque não conseguiram se dedicar o suficiente ao primeiro filho ou para “mergulhar” no seu maior sonho.

Independente do motivo é uma tarefa difícil entender qual a melhor opção, e não existe uma decisão correta e tampouco uma errada, o que ocorre é que cada uma de nós escolhe a que se adapta melhor aos nossos planos.

E então os filhos crescem, a profissional consegue estabelecer uma rotina e eles ficam mais independentes para realizar as tarefas cotidianas.

Surge então a necessidade de retomar sua carreira, neste momento muitas mães ficam preocupadas de que este tempo distante do mercado prejudique o retorno.

Quando definir se dedicar aos filhos, pense se pretende um dia retornar ao mercado de trabalho­, pois no decorrer de seu afastamento será necessário você tomar algumas atitudes para que seu retorno seja mais tranquilo:

Volta ao mercado de trabalho após maternidade

  1. Organize-se com calma– defina a rotina dos seus filhos e a sua e quem dará apoio a eles em sua ausência para que fique claro nas entrevistas que você está pronta para retornar ao mercado;
  2. Conhecimentos atualizados– realize cursos, workshops e palestras, para manter seus conhecimentos adequados às exigências do mercado de trabalho e contato com profissionais da área;
  3. Networking atualizado– mantenha contato com antigos colegas de trabalho e com pessoas que possam auxilia-la no retorno (amigos, parentes, conhecidos);

Algumas mães optam por mudar de área para que consigam ter uma rotina mais tranquila, com horários flexíveis e/ou definidos, caso este seja seu caso:

  1. Se prepare como no início da carreira- defina uma nova área de atuação e busque informações sobre ela, estude o mercado e faça cursos voltados ao novo setor;
  2. Atuar como Free Lancer- boa opção para que você tenha flexibilidade de horário e maior tempo com seus filhos;
  3. Abrir seu negócio– defina a modalidade, investimento, estude o mercado, faça um bom plano de negócios e de custos que envolverão sua empresa.

Caso você não defina inicialmente se retornará ou não ao mercado é sempre bom manter seu networking ativo e contato com seus ex-colegas de trabalho e buscar cursos e palestras afinal, conhecimento nunca é demais!

Tenha foco e paciência, pois mesmo que demore um pouco seu retorno será um sucesso!

Leia também:

Já pensou em estudar durante sua licença maternidade?

Escolinha/creche, babá ou vovó? Prós e contras

Madame Morena

Nasce uma mãe! E a profissional, como fica?!

nasce-uma-mae-e-a-profissional-como-fica

Quando o período de licença está terminando, as mulheres devem tomar uma difícil decisão: se dedicar integralmente ao bebê ou voltar ao trabalho e retomar a sua carreira?

A mulher se depara com um turbilhão de questões que a deixa culpada por sua decisão de retornar! Independente se você é ou não mãe de “primeira viagem”, fica sempre a dúvida de como voltar ao mercado de trabalho, pois “mãe é mãe”!

Algumas perguntas surgem: Como estabelecer uma rotina? Como deixar meu filho em uma escola que não conheço? Será que minha mãe ou a babá vão dar conta? E se o meu bebê ficar doente?

Se você está nesta fase, com este “dilema” em sua vida, saiba que você não está sozinha!

mae-no-trabalho

Não será fácil! Seus dias serão bem corridos, mas tenha certeza de que é possível conciliar seu bebê, marido, casa e carreira. Tudo se tornará um hábito, uma rotina e só basta você se organizar!

Prepare-se para este momento: Entenda que ficar pouco tempo com seu pequeno não significa ama-lo menos, mas sim dar melhores condições e maior conforto para ele, além da sua realização pessoal, que é muito importante para que consiga viver a maternidade com uma felicidade plena!

Algumas dicas são importantes para que você prepare seu retorno com tranquilidade e com a certeza de que seu filho será bem cuidado, amparado e que terá tempo para se dedicar a ele quando voltar do trabalho:

Primeira dica: Estabelecer horários- calcule o tempo que levará para fazer o percurso de ida e volta para seu trabalho, para conseguir estabelecer os horários da sua rotina e a do bebê, que deve ser determinada antes do retorno!

Segunda dica: Seguir uma rotina- para o bebê é muito importante manter uma rotina, mas você perceberá que para você também será essencial para que consiga conciliar o trabalho e os cuidados com o seu filho. Pense na rotina que adotará ao acordar, os horários de levar e buscar seu filho e quem irá faze-lo, quando chegar em casa como será sua rotina. Depois que seu bebê dormir você deve reservar pelo menos meia hora para você, isso é muito importante, programe-se!

Terceira dica: Verificar a flexibilidade da empresa- avalie se existe a possibilidade de repor os horários que precisar se ausentar (avisando com antecedência sempre que possível e evitando abusos é claro!). Você só poderá se ausentar frente a alguma emergência, por isso pense em alternativas, em pessoas que poderão auxilia-la caso seu filho fique doente ou se precisar levar ele em algum lugar, pois imprevistos acontecem! Pedir ajuda nestes momentos é essencial!

E por último e mais importante: mantenha a calma- ficar tranquila é importante para que você consiga organizar sua rotina, pensar em alternativas eficazes e principalmente “se acostumar” com a ideia de estar longe do seu bebê por boa parte do dia. Faça o momento mais maravilhoso e especial de sua vida ser único, mas perceba que ter uma carreira saudável e repleta de oportunidades é possível e não será prejudicial ao seu filho!

4 Dicas para a Volta da Licença Maternidade


Vanessa Mello é formada em Psicologia e com Especialização em Modelo de Gestão e Clima Organizacional, Diretora da Novarum Consultoria em Recursos Humanos e mãe do Kaique.

www.novarumconsultoria.com.br