Elas não sabem cozinhar

Nem eu, mas dou meus pulos. E no final do ano, que já foi embora, precisei encarnar a CHEF! Na verdade essa é uma das funções diárias, mas para o arroz e feijão, em eventos nobres e de grande porte preferia que as mais experientes tomassem as rédeas. Bem, a diversão já começou no supermercado, dia 23 de dezembro! Já havia feito minha lição de casa e por causa do anjo Google sabia o tipo de carne que queria, quantas libras, pouca gordura, etc…

Mercado cheio, como nunca vi antes na história desse país. Lá estou na fila do açougue aguardando minha vez e uma senhorinha, toda arrumadinha de salto e maquiagem, pede uns filés. O moço pergunta: – A senhora quer “prime” ou natural?

Ela responde: – Ah, tanto faz. Qualquer um tá bom. Qual você acha melhor?

Não fiquei para o final da história porque chegou minha vez de ser atendida, mas pelo diálogo que escutei e pela expressão facial da senhora, o Natal e o Dia de Ação de Graças, devem ser os únicos momentos do ano em que ela vai para cozinha. Minha percepção de pouco mais de quatro anos de América diz que essa é a realidade da maioria por aqui, cozinhar do zero como, naturalmente, fazemos no Brasil é coisa rara. E quando acontece são os homens que lideram a cozinha no dia a dia da família. Não é a toa que estou no país do fast food. Mal sabem elas a delícia que é sentir o cheiro do alho e da cebola dourando na panela!

Elas não sabem cozinhar

Engraçado como herdamos certas atividades familiares, mesmo sem querer, até pouco tempo atrás eram as mulheres experientes da minha família que ficavam na liderança do cardápio de festas de final de ano. Desta vez foi meu debut, minha contribuição para o cardápio natalino foi Costela! Além de consultar o Google, aprendi que cozinheiras meia-tijela como eu, antes de colocar na panela qualquer refeição, precisam também fazer uma oração. Dica de uma amiga, esposa de pastor, tem que pedir à Deus para ficar bom.

Se você se inspirar e também quiser fazer a minha primeira receita de Natal, o passo a passo em inglês está aqui:

http://www.foodnetwork.com/recipes/paula-deen/foolproof-standing-rib-roast-recipe3.html

A próposito, a Costela até que ficou boa, mas a concorrência com outros pratos natalinos deliciosos foi forte! Apesar das 24h marinando no tempero ficou um pouco sem sal, mas isso foi fácil de resolver.

 

Imagem: Cesar Kodama

2 comentários sobre “Elas não sabem cozinhar

  1. Só quem come sua comida sabe o quanto ela é de fato boa 🙂 Ah propósito,já pedi nossa amiga pra dar folga lá, pq aqui minha comida precisa muito da intervenção divina hauahuaha Luli agradece 🙂

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s