O leite de vaquinha

Colaboração de Aline Flores

A questão do leite oferecido para as crianças no Brasil sempre me intrigou um pouco. Segundo a Sociedade Americana de Pediatria a partir dos 12 meses a criança já pode consumir leite de vaca (se você ainda amamenta e está feliz pare por aqui!). A orientação do médico do Gabriel foi a de oferecer leite integral orgânico. Fui buscar as opções possíveis e encontrei apenas duas marcas disponíveis. Optei pelo galão de 3.78 litros, por $5,48.

Nem contestei sobre a questão de leite em pó, que aqui é chamado de fórmula. Nas viagens ao Brasil busquei pelo leite “fresco”de pacotinho (aqueles que comprávamos antigamente).Encontrei algumas opções que custavam cerca R$2,75 o litro, mas não eram orgânicos.

leite_integral

Aline Flores Patschiki é nutricionista e mãe da Maria Clara. Ela pesquisou a composição de alguns “leites” destinados a crianças maiores de 1 ano e compartilha conosco as impressões a respeito:

“Comparei as composições do Milnutri, Ninho 1+ e Leite Pasteurizado Integral tipo B.

 

Milnutri e Ninho 1+ não são considerados leite, e sim composto lácteo (leite de vaca acrescido de outros ingredientes). Dizem não adicionar açúcar, mas na lista de ingredientes aparece Maltodextrina (polímeros de glicose) que nada mais é que açúcar. Também são adicionados alguns tipos de óleos e gorduras (como de canola, girassol, palma e peixe) ricos em gorduras boas como ômega 3. São enriquecidos com várias vitaminas e minerais, inclusive ferro e fibras (pobre no leite de vaca). Na comparação entre as marcas só me chamou a atenção o menor teor de cálcio do Milnutri (e por isso já escolheria o Ninho).

Com relação ao leite Pasteurizado tipo B, possui basicamente vitaminas A e D, Cálcio (quantidade muito semelhante ao Ninho), e Fósforo. São menos processados, não contém conservantes e adição de açúcar. Precisam ser consumidos em 4 dias e em algumas cidades, não se encontra facilmente (porém existem empresas que entregam em casa).

Com relação aos preços, creio que os compostos são absurdamente mais caros. Leite Ninho cerca de R$ 24,00 e Milnutri, R$29,99, ambos nas embalagens de 800g.*

A reflexão é a seguinte: uma criança com alimentação variada, boa em quantidade e qualidade, necessita realmente de um produto tão enriquecido, fortificado e modificado como estes? O gasto financeiro (que fazemos na intenção de oferecer o melhor aos nossos filhos) vale a pena? Penso que crianças mais seletivas, que comem pouco ou em pouca variedade podem sim se beneficiar com estes produtos, mas este é o caso de seu filho?

Pensem, avaliem junto com os pediatras de vocês, estudem outras alternativas. Às vezes o leite pasteurizado não é viável para você, mas tem também a alternativa do Ninho comum em pó (que não contêm todas essas fortificações). Enfim, vamos pesquisar e ver o melhor custo benefício das nossas escolhas para nossas famílias! Deixando claro que isso não é uma crítica as recomendações dos profissionais que nos atendem, pois eles também fazem escolhas para suas próprias famílias e buscam o melhor! A questão que levanto é, escolher o melhor no seu caso, sem generalizações”.

Espero que este material tenha te ajudado a esclarecer a questão do leite. Lembre-se: o que pode ser ótimo para o filho dos outros, talvez, não funcione para o seu. Escolha o caminho que melhor lhe convém e seja feliz!

*Valores consultados em 28/10/2015 nos sites: Casa FiestaDroga RaiaWallmart


Aline Flores NutriAline Flores Patschiki é nutricionista e mãe da Maria Clara

Um comentário sobre “O leite de vaquinha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s