Piolhos, lêndeas e o empreendedorismo

Se você tem uma leve recordação desses seres abomináveis de quando era criança, há grandes chances de reviver esse sentimento agora que você é pai ou mãe! É que eles ainda não foram exterminados da face da terra! Nem no 1◦ mundo gente! Quem nunca teve lêndea que atire a primeira pedra! Minhas férias no interior do Paraná sempre tinham um capítulo piolhento. E se em casa há uma menina linda de cabelos compridos e ainda por cima encaracolados desespero nível máximo!

Os piolhos, americanos pelo menos, estão com super poderes! Segundo o professor da Kyong Yoon, da Southern Illinois University—Edwardsvillle, esses seres quase invisíveis são mutantes e estão mais resistentes aos agentes químicos normalmente utilizados para exterminá-los. Eles ainda fazem efeito, mas precisa-se de doses maiores para que funcionem.

O mais incrível de vivenciar uma epidemia de piolhos nos Estados Unidos (e saber que depois de gripe é a segunda doença mais comum nas escolas) é perceber como até nisso o “empreendedorismo” encontra espaço. Apesar de ser um tema de saúde pública existem clínicas especializadas em piolhos e lêndeas, sem falar na infinidade de produtos nas prateleiras da farmácia. Dá para acreditar? Você aí só no Facebook e a galera, enfermeiras, aqui cobrando $100 (dólares mesmo) por hora matando piolho profissionalmente!

Piolhos, lêndeas e o empreendedorismo , epidemia de piolhos EUA, piolho

Imagem: The Lice Place

E sabe quem iniciou essas empresas? Mães. Penny Warner é enfermeira e a idealizadora do The Lice Place, clínica de piolhos. Ela teve a ideia em 2006, depois de sofrer tentando resolver esse problema na própria casa. Hoje o negócio virou franquia e cresce a passos largos.

Já o repelente de piolhos é uma das ações preventivas usadas por professoras e mães com filhos em idade escolar nos Estados Unidos. Risa Barash também é mãe e casada com um ex-dono de salão de beleza. Os clientes piolhentos do salão foram os propulsores para a criação dos produtos e desde 1999 eles comandam o Fairy Tales Haircare. Uma ideia simples que se tornou uma empresa lucrativa de repelentes para piolhos, e outros produtos para cabelos, que têm como mote utilizar ingredientes naturais, como alecrim,citronela e óleo de lavanda.

Piolhos, lêndeas e o empreendedorismo , epidemia de piolhos EUA, piolho

Imagem: Risa Barash da Fairy Tailes

No meu tempo piolho era tirado na raça, um por um, fio a fio, com pente fino e vista boa, para pode enxergar os danadinhos. Pelas minhas pesquisas para este texto esse ainda é o método mais eficaz de matá-los, também lembro de terem utilizado no meu cabelo vinagre, coca-cola, Deltacid e sei lá mais o quê. A sabedoria popular e o estudo científico de um renomado pesquisador Israelense também mostram que alecrim, citronella, tea tree* e óleo de lavanda ajudam a repelir e até matar piolhos e lêndeas. O resto é prevenção (prender o cabelo, usar toucas e bonés, não dividir o pente, ficar meio longe do cabelo alheio) ou ficar careca!

*Tea Tree – meus conhecimentos em botânica e o Google não foram suficientes para traduzir esse componente natural. Se você souber o equivalente em português pode compartilhar com a gente nos comentários.

Fonte: cnn.com/2015/08/18/health/mutant-lice/