Voltando às aulas

O ano escolar para os americanos está começando (final de agosto, início de Setembro). Se você reclama que teu filho tem 40 dias de férias, melhor parar por aqui. Sou muito solidária aos pais de crianças em idade escolar nos EUA, as férias começam no final de Maio. São quase três meses, 90 DIAS, de férias no verão e mais uns 15 dias em Dezembro. Pensa no desespero dessas mães e pais, para pagar colônia ou encontrar babá, vó, tia, um ser humano responsável que esteja disponível para todo esse tempo.escolha da escola, escola, escola nos EUA, maternidade hoje

Imagem Meme Generator, Tumblr

Só para contextualizar, escola pública aqui só vale para crianças a partir de 4 anos. Crianças menores que essa idade vão para um “Day Care” ou ficam em casa mesmo, no colinho da mamãe ou do papai! Se aí no Brasil você teve a sorte de ter uma creche pública para o seu filho de 12 meses, fique feliz. São tantas opções de day care que dá para ficar zonza, cada um tem suas regras em relação a idade de entrada que varia de 2 meses a 5 anos:

1 – Tem os “jardins de infância” da Igreja (católica, adventista, batista, metodista, presbiteriana etc.) que oferecem um programa chamado “Mothers day out”, na tradução livre é: deixa teu filho aqui e vai se cuidar um pouco mamãe. Funcionam geralmente das 9h às 14h, com aulas de duas a cinco vezes na semana. A intenção maior é socializar, têm cartilha pedagógica e o custo benefício é excelente, por serem instituições filantrópicas têm subsídios e cobram uma mensalidade “camarada” quando comparamos com outros tipos de creche.

2- Escolas de rede – geralmente tem currículos tradicionais (construtivista). Muitas são franquia, com todas as certificações e padrões de qualidade que o “negócio” exige.

escolha da escola, escola, escola nos EUA, maternidade hoje

Imagem: Victoria Choi

3- Montessori – bastante popular e difundida, só é preciso cuidado porque algumas não são certificadas, nem todos os professores têm o curso de qualificação na metodologia.

4 – Walldorf – essa pedagogia ainda não caiu no gosto americano, é bastante alternativa e a escola se faz pelo coletivo. Demanda muito tempo e participação dos pais desde a administração financeira e de recursos humanos, até a escolha do melhor tipo de transporte para um passeio, por exemplo.

Minha intenção neste texto não foi esclarecer profundamente sobre linhas pedagógicas. É apenas um esboço do que se encontra nos Estados Unidos (e creio que no Brasil também), para entender melhor sugiro a conversa com pedagogo, pais com filhos em cada uma das metodologias ou especialista na área educacional.

escolha da escola, escola, escola nos EUA, maternidade hoje

Imagem: Larry Darling