Quando a exaustão te obriga a parar

É só olhar para o menu de assuntos desse blog para entender a vida da mulher de hoje: filhos, casa, carreira e buscando algum tempo para si. Gostamos de tratar essa rotina como algo positivo, mas há momentos que administrar tudo isso pode ser absolutamente exaustivo, mesmo para as mulheres mais bem sucedidas.

Sindrome de burn out, stress, maternidade hoje

Arianna Huffington, co-fundadora do site de notícias The Huffington Post, teve um colapso durante um dia de trabalho. Simplesmente apagou, caiu sobre sua mesa, quebrou o osso da bochecha e teve um corte nos olhos que lhe rendeu cinco pontos. Andrea Mota, diretora executiva do Boticário, teve uma crise em um dia de férias, seus músculos dos braços paralisaram, ela, desesperada, achava que estava tendo um derrame.

Arianna e Andrea têm histórias parecidas: são mulheres criadas em uma geração que super valoriza a independência feminina, construíram carreiras de sucesso e também eram esposas e mães, cada uma com dois filhos. Uma grave crise de stress fez com que essas duas mulheres mudassem completamente seu estilo de vida e reavaliassem suas prioridades. Arianna escreveu um livro sobre sua história, A Terceira Medida do Sucesso, e hoje se define como “mãe, irmã, defensora do sono e dos sapatos sem salto”. Já a brasileira Andrea saiu do emprego e avalia novas opções de carreira – começando por um estágio em uma floricultura!

MAIS: As lições da vida corporativa para ser uma mãe mais eficiente e feliz

As lições são várias e servem como reflexão para sobre o estilo de vida dos tempos atuais.

Reveja seus conceitos sobre o que é sucesso: o que é ter sucesso para você? Ter dinheiro? Ser reconhecida (o)? Arianna tinha tudo isso, mas não era feliz. Hoje ela defende que sucesso está ligado a bem-estar, admiração, sabedoria e compaixão.

Reduza seu nível de exigência consigo própria: questione a crença de que as mulheres devem ser absolutamente independentes, fortes, super poderosas. Ter uma carreira é positivo se esse é um desejo/necessidade, mas aceite que você não é uma máquina. E aprenda a dizer não, inclusive para você mesma, quando sentir que está se exigindo demais.

Descanse: tente dormir 7 ou 8 horas por noite, medite, pratique ioga, desconecte-se de tablets, computadores e celulares durante algumas horas (especialmente à noite). Reserve sempre tempo para você e sua família. Acalme a mente, conecte-se com sua intuição e seja uma pessoa mais criativa, tranquila e feliz!

2 comentários sobre “Quando a exaustão te obriga a parar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s