Filho arroz e feijão em terra de hambúrguer e batata frita

Recentemente fizemos uma mudança de cidades no Texas. A “casa velha” ficava bem próxima de supermercados e restaurantes de comida brasileira e mediterrânea (um pouco parecida com a nossa). Ter um filho que adora arroz e feijão na terra do fast food não é muito fácil. Eu não tenho a casa da vó ou da tia para visitar e filar aaaqqqueeele almoço no domingo e nem mesmo o restaurante por quilo belezura na esquina de casa. Portanto, cozinheira aqui é apenas mais uma das funções maternas!

Alimentação saudável, maternidade hoje

Dia desses um americano perguntou a principal diferença Brasil X USA. São tantas, que na hora até titubeei e respondi depois de uns minutos: – Acho que na fase atual do Gabriel, é a comida! Aí, fui contando para ele os nossos hábitos alimentares. Acho que “caiu a ficha” e ele disse: – É. Nós comemos mal para pra caramba mesmo!

Bem, sendo arroz com feijão ou não, o guri de casa tem de se conformar e acostumar com as refeições “com a mão” que eu mando nos três dias da semana que ele vai para escola. (Esse assunto ainda dá pano para manga e fica pra outro post). A grande questão é que eu me recuso a oferecer de almoço para uma criança de 2 anos pizza, hambúrguer, batata frita e cachorro quente. É um desperdício de oportunidade para um pequeno ser que está formando paladar! Acreditem ou não, foi esse o cardápio mais comum nas escolas que pesquisei. Definitivamente, hábitos alimentares saudáveis não é algo a aprender na escola, por aqui. Claro que, como tudo, não dá para generalizar mas não é à toa que o país tem uma Michele Obama fazendo campanha, Let´s Move.gov, para que isso comece a mudar. Segundo ela 40% das crianças americanas estão com sobrepeso ou obesas. O programa da primeira dama foca em 2 temas principais: qualidade das refeições nas escolas públicas e o incentivo de atividades físicas para as crianças.

Alimentação saudável, maternidade hoje

Imagem: Cook Book Man on Flickr

Mesmo em viagens acabo me rendendo e procurando lugares que ofereçam, pelo menos, um arroz, carne e saladinha. As massas são bem-vindas, mas dias seguidos comendo macarrão com queijo e almondega também não dá. A draguinha arroz e feijão da casa sempre agradece.

Um comentário sobre “Filho arroz e feijão em terra de hambúrguer e batata frita

  1. Pingback: Tchau, Michelle | maternidade hoje

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s